Seguidores

quarta-feira, 23 de março de 2016

SEMANA SANTA

     No Domingo de Ramos         encerramos a Quaresma e iniciamos a Semana Santa . No Domingo de Ramos celebramos a  Entrada Triunfal de Jesus em Jerusalém . Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa, Quando o povo ficou sabendo foram ao seu encontro para saúda-Lo. Eles  estendiam seus mantos, fazendo um grande tapete para Jesus passar e com ramos de palmeira, todos cantavam e davam vivas. A Igreja recorda os louvores da multidão que proclamavam: Hosana ao Filho de Davi , Bendito o que vem em nome do Senhor, com os ramos nós  manifestamos e acolhemos Jesus como nosso Rei e Senhor.  Esta entrada de Jesus acabou despertando nos sacerdotes  e nos poderosos, muita inveja, desconfiança e medo de perder o poder .
   A multidão O aclamava cheias de alegria e esperança, mas esta mesma multidão, poucos dias depois o acusavam de falso, impostor e pediam sua morte.























QUINTA-FEIRA SANTA


      Jesus, sabendo que ia morrer, quis celebrar com seus amigos sua última refeição. Jesus sabia que tinha chegado sua hora  e que o diabo já tinha colocado no coração de Judas o projeto de  traí-Lo.
      Antes da refeição, Jesus se levantou da mesa pegou uma bacia com água e lavou os pés de cada um, com este gesto nos deixou uma lição  de humildade e de serviço. Ele sendo o mestre, lavou os pés e disse que devíamos fazer fazer o mesmo isto é devemos sempre estar a serviço do irmão.
     Nesta noite celebramos a Instituição da Eucaristia e a Instituição do Sacerdócio .
     Nesta noite, Jesus oferece a Deus seu corpo e sangue. Em sua última refeição Ele parte o pão, agradece a Deus e dá a seus amigos dizendo " Tomai e comei, isto é o meu corpo, toma o vinho e diz: Tomai e bebei isto é o meu sangue  e sempre que fizerem isto fazei-o em minha memória."
  Neste momento a Eucaristia foi instituída. Hoje esta ceia se repete em cada Eucaristia ( Missa). Depois da ceia Jesus  se retirou para o monte da Oliveiras, e os discípulos O acompanharam . Chegando ao lugar, Jesus se afastou  um pouco e de joelhos começou a rezar, Em sua oração pedia ao Pai que se fosse possível afastasse este sofrimento , mas que se fizesse  a vontade do Pai e não a Sua.Neste momento sua angústia e sofrimento eram tão grandes que seu suor se tornou como gotas de sangue que caiam no chão. Depois da oração , Jesus se levantou e foi se unir com seus discípulos e os encontrou dormindo vencidos pela tristeza.
   Enquanto falava com seus amigos, uma multidão se aproximou e na frente vinha Judas, um dos doze que ao chegar diante de Jesus saudou-O com um beijo e O entregou aos soldados.





SEXTA-FEIRA SANTA

 A cruz nos lembra a morte de Jesus. Jesus foi torturado, humilhado e pregado na cruz. Sofreu tudo o que se possa imaginar, um ser humano, jamais aguentaria tanta tortura e tanto sofrimento: e sofreu tudo isso por  amor a cada um de nós, e seu amor foi tão grande que lá na cruz perdoou a todos. Na sexta-feira santa revivemos toda dor e morte de Jesus. Jesus é traído por um de seus amigos, é entregue aos soldados que O levam para ser julgado e condenado. Hoje Jesus continua sendo torturado em cada pessoa que sofre, em cada injustiça,em cada ato que prejudica o irmão. O sofrimento de Jesus é lembrado pelo povo como o sofrimento de todos. São as cruzes que os oprimidos, os pobres, os abandonados e os marginalizados carregam. Nesse dia não se celebra missa, mas é distribuída a comunhão, que significa a certeza da presença de Cristo vivo e solidário em nosso sofrimento. É um dia de silêncio, oração e jejum .










                                                                                                                                                                                                                                                                  







SÁBADO SANTO

É o dia da espera da ressurreição, é o anúncio da Páscoa. É o fim da trevas, da escuridão e da morte. Acontece a  benção do fogo  onde o padre acende  uma grande vela, o Círio Pascal, nele estão gravadas uma cruz e as letras Alfa e Ômega, a primeira e a última letra do alfabeto grego, simbolizando que Cristo é o princípio e o fim de todas as coisas. O Círio representa Cristo  ressuscitado, que é a luz, e é acesa  em todas as celebrações litúrgicas até a festa de Pentecostes, quando se encerra o tempo pascal. Também no sábado é abençoada a água que recorda o nosso batismo. É uma noite de esperança e preparação para a ressurreição.É também chamado de Vigília Pascal, que significa estar vigiando à espera da ressurreição.E também é feita a renovação das promessas do batismo.








  1.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...